• IMPROVES FLEXIBILITY

  • INCREASES BLOOD

  • INJURY

Você sabia que a saliva regula o PH da nossa boca?

Você sabia que a saliva regula o PH da nossa boca?

O ideal é que nossa boca tenha PH neutro.

A alteração do PH pode aparecer devido a problemas internos ou a substâncias que colocamos dentro da boca.

Um PH baixo é ácido, e ataca o esmalte dos dentes e causa a cárie.

Abaixam o PH da boca (ou seja, tornam o PH ÁCIDO):

Além disso, as bactérias presentes na boca, transformam os restos de alimentos, que ficam em nossos dentes, em ácido.

Para evitar a erosão dos nossos dentes é importante:

  • Consumirmos o mínimo de alimentos que baixam o PH da nossa boca.
  • Escovarmos os dentes após as principais refeições

A saliva é uma aliada muito importante para neutralizar o PH da nossa boca. Por isso, chicletes sem açúcar são indicados, já que aumentam o fluxo dela.

A escovação antes de dormir é uma das mais importantes.

Quando dormirmos produzimos pouca saliva, e se houver restos alimentares a agressão aos nossos dentes é certa.

Dente do Siso

O dente do siso

Nossa dentição adulta é composta  normalmente de 32 dentes, que nascem conforme tabela abaixo:

Temos 4  Terceiros Molares  chamados de dentes siso, 2 superiores e 2 inferiores que nascem, e ficam localizados atrás de todos os outros dentes, no término das arcadas dentárias em ambos os lados. O tempo que o dente demora a nascer depende em parte do espaço existente nessas áreas

Os dentes do siso, começam a se formar por volta dos 5 anos de idade e só nascem entre os 17 e os 21 anos, conhecido popularmente por “dente do juízo.

Devido, a não usarmos tanto, a força mastigatória dos dentes , hoje comemos mais alimentos processados e pastosos, os últimos dentes de cada série estão em extinção. Então, pode ocorrer em muitas pessoas, ausência dos dentes do siso.

Em condições normais, o dente do siso vai nascendo progressivamente, sem qualquer tipo de sintomatologia, tal como os outros dentes, até à sua completa erupção

Como o dente do siso é o último dente a nascer , quando isso ocorre pode não ter espaço para que ele erupcionar totalmente. Nestes casos um cirurgião dentista deverá avaliar a necessidade de remove-lo ou não.

Algumas observações importantes:

– O dente do siso é um dente como outro qualquer, não é verdadeiro o conceito de algumas pessoas de que ele é um “dente fraco”. Portanto somente se houver indicação devemos removê-los

-A remoção do dente siso se incluso ou semi-incluso deverá ser retirado por profissional especialista. .

Dente do siso incluso

As vezes, o dente do siso fica como um dente incluso ou semi-incluso. Isto ocorre quando não se verifica a normal erupção do siso, ficando o dente impactado e torto, ou mesmo retido dentro do osso .

Esta situação normalmente acontece quando não existe espaço suficiente para o seu devido posicionamento na arcada dentária, ou quando o mesmo se encontra em posição “horizontal” ou “deitado”, dentro do osso , não permitindo assim a sua erupção.

Cirurgia para extração do siso

Para a avaliação inicial deve-se realizar uma radiografia panorâmica.

A cirurgia para a extração do siso, “tirar ou arrancar o dente do siso” deve ser considerada, quando há falta de espaço para a sua completa erupção ou quando o dente permanece incluso, podendo causar sintomatologia ou reabsorção das raízes dos dentes adjacentes. A extração de siso também poderá ser considerada quando provoca dor forte quando da sua erupção de forma prolongada.

A exodontia  ou extração do siso não é necessária, mesmo nos casos, em que surgem alguns sintomas durante a sua erupção, conhecida como “dor de dentes” e a inflamação na gengiva,, desde que esses sintomas desapareçam com o decorrer do tempo. Os sisos saudáveis, e posicionados de uma forma normal na arcada, não causam problemas, não sendo indicada, portanto a sua extração, mesmo que funcionalmente não sejam “necessários”

Extração do siso –  pós operatório

O pós operatório na extração do siso já erupcionado poderá ser semelhante ao de qualquer outro dente, caso não hajam complicações associadas. A recuperação após a cirurgia é relativamente rápida e não requer dias de repouso, podendo o doente regressar quase de imediato à sua atividade normal. Contudo, se o dente do siso estiver incluso ou semi-incluso o paciente deverá permanecer de 2 a 3 dias em repouso

 Devem existir alguns cuidados após a extração do siso:

Tomar corretamente a medicação prescrita pelo dentista.

No primeiro dia :

  • Aplicar-se uma bolsa de gelo, pelo lado externo da face, durante 15 minutos e várias vezes ao dia. Não esquecendo de proteger a pele com um pano.
  • Manter a  cabeça ligeiramente superior ao corpo ( travesseiro alto)
  • Não fazer bochechos.
  • Em caso de sangramento morder uma gaze

Nos 2 primeiros dias:

  • Alimentação líquida e/ou pastosa

A escovação volta ao normal  com realização de bochechos, tomando cuidado para não ferir a área cirúrgica.

.

Cirurgia de extração do siso – preço

Na cirurgia para a extração de siso, o preço ou valor difere de acordo com a complexidade envolvida, sendo mais cara nos casos em que o siso ainda se encontra completamente incluso. Apenas o dentista especialista em cirurgia maxilo-facial poderá determinar quanto custa com rigor o procedimento.

A CONSTRUDENTE em seu plano Executivo cobre este procedimento

O que é halitose?

A halitose, comumente chamada de mau hálito comete cerca de 40% da população brasileira.

A halitose causa sérios  problemas sociais, já que muitas pessoas ao redor se afastam devido ao odor desagradável causando constrangimento, baixa autoestima

 Podemos citar como principais causas do mau hálito:

1 – Inadequada ou falta de higiene bucal

2- Jejum prolongado

3 –  Problemas gástricos

4 – Tabagismo

5 –  Consumo de bebidas alcoólicas

6 – Ingestão de alguns tipos de alimentos como alho e cebola

7 –  Infecções bucais

8 – Pouca ingestão de água

9 – Alguns medicamentos

Portanto para acabar com o mau hálito é importante que você tenha hábitos regulares e corretos de higiene bucal, procure evitar longos períodos sem se alimentar , o consumo em excesso de bebidas alcoólicas, alho, cebola e o uso de cigarros., beba água regularmente. Consulte regularmente seu dentista para diagnóstico precoce de infecções. Se apesar de tudo isso o mau hálito ainda persiste consulte um médico.